QUEM SOU EU: UMA MULHER QUE DIZ DA FORMA MAIS POÉTICA POSSÍVEL, O QUE VAI NA ALMA E NO CORPO TAMBÉM...BEM VINDOS AO MEU CANTINHO!!!!
VEM VIAJAR EM MINHA POESIA, E TE FAÇO COMPANHIA...
PELOS CAMINHOS DAS LETRAS
FAÇO DOS MEUS VERSOS
RAZÃO PARA MEU UNIVERSO...
VEM COMIGO, VEM!
VAMOS SEGUIR MAIS ALÉM...


Últimos comentários

burberry calvin klein swatch seiko citizen ...

09/04/2011 @ 04:31:14
por fdsh


Beleza?! Tudo certinho?! Seguinte, a maioria dos ...

06/09/2010 @ 09:35:56
por Bruno Machado


Muito interessante história e erótico. Eu não ...

04/09/2010 @ 16:32:28
por Shashi


OBRIGADA PELO CARINHO...FIQUEM COM MEUS BEIJINHOS...

26/07/2009 @ 04:59:26
por Admin


também gosto de poesias

05/07/2009 @ 06:24:59
por novidade de vida


Calendário

Janeiro 2013
DomSegTerQuaQuiSexSab
 << <Set 2017> >>
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Anúncio

Quem está conectado?

Membro: 0
Visitante: 1

rss Sindicação

Visualização dos artigos postados o: 11/01/2013

11 Jan 2013 



De te amar assim
Provoca intensa dor
O peito arde
O coração humano
Quase não aguenta
O que a alma transgride
E o pensar sustenta...

De te amar assim
Provoca intenso calor
De fogo que arde
Sem queimar
De paixão que insiste
Em se instalar...

De te amar assim
Sem ter que dizer adeus
Sem ter que cobrar
Vou envolvendo
Minha alma
No verbo AMAR...

De te amar assim
Com intensa paixão
Me enrosco nos lençóis
Rebolo entre eles, nua
Sentindo tua presença
Me sentindo tua...

De te amar assim
Com essa intensidade
O desejo toma conta
De forma animal
E penso só em ti
Molhada no lençol...

De te amar assim
Não tenho medos
Procuro saciar desejos
Delírios de alma
De amante
De te amar assim
Me envolvi em uma aventura
Alucinante...

De te amar assim
Não tenho pudores
Realizo fantasias
Porque também quero realizar as minhas...

De te amar assim
Coloco a flor a tua disposição
Faça dela, o que mandar teu coração...

De te amar assim
Quero sempre você pra mim!

FÁTIMA ABREU
11 Jan 2013 

AH...

Ah, se eu pudesse estar assim com você, ouvindo um gemido bem baixinho ao pé do ouvido.
 Sentindo nos lábios o calor e a maciez dos seios e na ponta da língua a rigidez dos mamilos!
Ah, o doce arranhar da palma da mão nos pelos recém cortados, os dois dedos mergulhando no mel da tua vulva sedenta e a eletricidade passando por eles e tomando todo meu corpo, enchendo até doer de desejo o pênis!
Ah, o cheiro do amor tomando conta de tudo, o coração se acelerando como quem se prepara para um vôo até o céu sem nem mesmo ter asas!
Ah, a paixão explorando vãos e profundidades no mais belo e divino bailado, rasgando pétalas sem temer a culpa por nenhum pecado!
Ah, se eu pudesse estar assim contigo!

Gabriel Peers
**********
Ah, quisera estar nesse teu abraço. No teu aconchego de macho.
Quisera que esse 'cheiro do amor', estivesse exalando por todo o quarto...
Meus vão se abrindo para te receber, não antes de gozar com tua boca sobre meu clitóris latejante...
Eis aí a minha sina!
Tens que fazer gozar primeiro, essa tua 'menina'.
Na maciez das carnes, lábios para tua entrada em mim, quero que jorre jatos do teu sêmen precioso
Ao urrar, nesse magnífico gozo.

Ah, se tudo isso tão intensamente acontecesse!
Não estaria cá, com a minha tristeza,
Por desperdiçarmos anos, sem realizar nossa  sensual  peleja...

FÁTIMA ABREU
11 Jan 2013 

* IMAGEM RETIRADA DO GOOGLE


MINI CONTO

Ele era um rapazinho sem experiência que fora praticamente criado por aquela mulher. Vindo de uma família sem recursos, ela cuidava dele para ajudá-los nos dias difíceis, sempre foi muito vaidosa e com isso era atraente com certeza...Cabelo curtinho, castanho escuro, charmosa.
O rapazinho e ela eram bem naturais no seu relacionamento, era como se fosse uma sutil atração.
Tomavam banho juntos, o que os deixava ainda mais próximos, porque tinham sua intimidade revelada de forma bem natural. Ela acompanhou seu crescimento ano após ano e as mudanças de seu corpo jovem. Os desejos eram sentidos mas de certa forma, ainda escondidos.
Quando ele já contava uns catorze anos, percebeu que cada semana, os pelos pubianos dela, estavam de um jeito... A mulher era criativa!
Talvez para chamar mesmo atenção do jovem, que estava com seus hormônios em ebulição.


A mulher sempre mudava o desenho, contornando o monte de Vênus de formas diferentes.
Entretanto, nunca se depilava toda, sempre deixando um pouco ou ao natural.
Um dia no banho, ela pegou a lâmina e puft... Depilou tudo!
Foi a primeira vez na vida  do rapaz que via uma vagina assim, totalmente exposta: Clitóris, lábios, tudo! Realmente, foi o que lhe marcou sexualmente...Teve uma ereção na hora e ela sorria zombando.
Cada vez que ela lembrava, ria-se dele...


Ele até perguntou  para ela, o porquê de ter raspado tudo.
A mulher disse que era estético, que ficava mais bonita assim, além de ser mais higiênico!
Ela sutilmente sugeriu e ajudou a fazer o mesmo nele. Foi carinhosa,  e desse dia em diante, ele manteve dessa forma.


Ele agora relembrava aquele momento que marcou bastante sua vida sexual:
Sob a água, ensaboando, começou a passar a lâmina bem lentamente...
Abriu um pouco as pernas e foi raspando dos lados dos lábios, até ficar sem nada.
A forma que ela depilou tudo, o seduzia, pois fazia de modo sensual, quase mesmo uma provocação.
E até hoje, só de lembrar ficava excitado...

Foi muito lindo para ele, quando ela fez o mesmo em seu corpo:  puxando a pele dele, para aparecer a cabeça, deixando água cair e depois aparando os pelinhos dos testículos...
Ele se tornou homem feito perderam o contato por anos a fio...
Mas na lembrança de ambos, a depilação sensual, deixou marcar indiscutíveis e um desejo de recomeçar tudo outra vez...

Fátima Abreu
11 Jan 2013 

                      Minha primeira foto desse ano de 2013


A 'Primeira' Do Ano
Reeditado

E na noite de Ano Novo, ele a fez feliz...
Rasgou a calcinha branca que ela havia comprado
Para tal ocasião...
Jogou-a na cama,
Tirava dela, o vestido azul de várias nuances,
Deixando-a nua em pelo
Qual viera ao mundo...
O monte de vênus, habilmente aparadinho em V,
Fazia o desejo dele, acender...

Passou a mão sobre as ancas da mulher,
Segurou-lhe um dos seios apetitosos,
Pedintes de sucção...
Fantasiou uma terceira pessoa, ali então...

Ele sabia que ela disto gostava:
Inventar sempre, uma nova situação...
A fantasia sempre era bem vinda!
Mas queriam mesmo
Era gozar rios de prazer...
A cavalgada começou
As carnes dela,
Começaram a tremer...


Um arrepio percorreu-lhe a espinha dorsal,
Passou a língua nos lábios dele,
Isso era realmente um bom sinal...

A mulher, gostava de morder seu homem nos cantos da boca também...
O queixo, os ombros...
Ele muito apreciava isso.
E não pode deixar de soltar um gemido...

Ele a virou de quatro
As nádegas expostas para seu deleite...
Deu-lhe algumas palmadinhas,
Ficaram róseas...
Mas ela gostava... Era safadinha...

Ela pedia em sua agonia para gozar,
Que ele de vadia pudesse chamar...
Outros nomes ela dizia, para que ele repetisse...
E o homem fiel aos seus desejos, isso fazia.
No meio desses delírios de mulher ardente,
Já se ia o gozo
A derramar entre as coxas roliças,
Escorrendo mel quente...

Ao perceber isso, ele a virou mais uma vez,
E de 'conchinha' agarrado a sua fêmea feliz,
Deixou-se levar...
Galopando entre os gemidos dela,
Ele finalmente soltou o leite branco, quente e viscoso,
De seu delicioso gozo...

Ficaram depois, minutos seguidos, abraçados...
Ele apertava os seios dela, enquanto ela lhe prendia entre suas coxas,
Para que aquele membro grosso não se deixasse escapar,
Enquanto aquela sensação boa, ficasse no ar...

Fátima Abreu
11 Jan 2013 

SOM MARAVILHOSO!


REEDITADO






DELIRO...
FAÇO DA MENTE,
MINHA MAIOR CONFIDENTE!
PENSANDO AO SOM DO JAZZ
EM NOSSOS MOMENTOS DE INTENSA PAIXÃO
ME ENROSCO NOS LENÇÓIS
ACARICIO-ME...
TE CHAMO, COM LÁBIOS TRÊMULOS:
_ VEM MEU AMOR,
FAZ AMOR COMIGO AGORA!
SE ENTREGUE AO PRAZER...
BASTA TER VONTADE,
E REALIZO TEUS CAPRICHOS,
MAS QUERO DE VOCÊ,
OS GOZOS MÚLTIPLOS,
QUE COSTUMO TER...

ESQUECEMOS DO MUNDO LÁ FORA
NOSSO NINHO É AQUI, AGORA...
E VOCÊ CORRE PARA MEUS BRAÇOS,
TIRA A ROUPA SEM NENHUM CANSAÇO...

ENROSCADO ENTRE MINHAS COXAS
O TEU MEMBRO TESO, LATEJA...
E A VULVA, O RECEBE COM SATISFAÇÃO:
ARDE, QUEIMA DE TESÃO!

E DEPOIS DOS CARINHOS, BEIJOS E CAVALGADAS,
MEU VULCÃO DE PRAZER EXPLODE,
E MEU MEL, É A LAVA...
O TEU LEITE BRANCO E VISCOSO,
EM JATOS QUENTES,
INUNDAM MEU ÚTERO
E VOCÊ URRA!
QUE SOM MARAVILHOSO!

O JAZZ CONTINUA,
EU AQUI, TODA NUA:
MOLHADA DE NOSSO PRAZER
DO TEU SÊMEN, E DE MEU MEL
MARCANDO OS LENÇÓIS
DO AMOR, QUE HABITA EM NÓS...

Fátima Abreu